Raio:

Apresenta√ß√£o da Estrat√©gia Municipal ¬ęLisboa, cidade Sem SIDA¬Ľ


Colocado por | Maio 16, 2018 | Notícias

No √Ęmbito da iniciativa Cidades na Via R√°pida para acabar com a epidemia de VIH Sida, decorre amanh√£, 17 de maio, na Pra√ßa de S√£o Paulo, em Lisboa, a apresenta√ß√£o da Estrat√©gia Municipal ¬ęLisboa, cidade Sem SIDA¬Ľ, que  inclui a assinatura do protocolo Fast Track Cities Lisboa. 

A infe√ß√£o por VIH representa um importante problema de sa√ļde p√ļblica na Europa e, em particular, em Portugal. Em junho de 2017, Lisboa assinou, juntamente com as cidades de Porto e Cascais, a Declara√ß√£o de Paris, comprometendo-se a levantar todas as barreiras existentes no terreno, bem como a implementar um conjunto de medidas com vista a acabar com esta epidemia.

Um ano depois, e concluído o relatório do grupo de trabalho criado para definir linhas orientadoras gerais para as três cidades que aderiram à iniciativa internacional, Lisboa é a primeira cidade a apresentar uma estratégia específica para atingir as metas com as quais se comprometeu até ao ano de 2020: 90% das pessoas diagnosticadas; 90% das pessoas diagnosticadas em tratamento; 90% das pessoas em tratamento com carga viral indetetável.

Entre os objetivos espec√≠ficos que constam da estrat√©gia que ser√° apresentada pela C√Ęmara Municipal de Lisboa, e que contar√° com a ajuda de v√°rios parceiros para a sua implementa√ß√£o, incluindo o Minist√©rio da Sa√ļde, destaca-se a dissemina√ß√£o da informa√ß√£o com vista a capacitar os cidad√£os para evitarem comportamentos de risco, a colabora√ß√£o na introdu√ß√£o da profilaxia pr√©-exposi√ß√£o (PrEP) na comunidade, a mobiliza√ß√£o de recursos para a sa√ļde p√ļblica, a distribui√ß√£o de material de preven√ß√£o e a implementa√ß√£o de um plano de a√ß√£o para aumentar o diagn√≥stico precoce.

Fonte Original: Dire√ß√£o-Geral de Sa√ļde

183 total de vistas, 1 hoje