Raio:

Análise ao sangue identifica pacientes em estado crítico que abusam do álcool


Colocado por | Novembro 14, 2017 | Notícias

6c5136fb47.jpeg

Uma simples análise ao sangue pode identificar pacientes em estado crítico que abusam de bebidas alcoólicas, aponta um estudo recente.

A análise desenvolvida e testada em pacientes, consiste num teste aos índices do composto fosfatidiletanol (PEth, na sua sigla em inglês) é muito relevante pois os pacientes que abusam do álcool tendem a apresentar piores resultados.

Os métodos atuais para identificar o abuso de bebidas alcoólicas levantam problemas. Por exemplo, muitos pacientes em estado crítico não têm capacidade para relatarem os seus hábitos em termos de consumo de álcool. Mais, os testes à concentração de álcool no sangue não distinguem entre diferentes tipos de uso de álcool, como beber em excesso ocasionalmente, ou beber muito todos os dias.

Num estudo conduzido por uma equipa de investigadores liderada por Majid Afshar da Faculdade de Medicina Strich da Universidade Loyola, Centro Clínico da Universidade Loyola e pela Universidade do Colorado, EUA, foram recrutados 122 adultos, dos quais 33 estavam em estado crítico internados em unidades de cuidados intensivos, 51 estavam a ser tratados numa unidade de desintoxicação alcoólica e 38 eram controlos saudáveis.

O abuso do álcool foi determinado através de um teste que contemplava questões como, por exemplo, a frequência do consumo de álcool em excesso ou não conseguir parar de beber.

O estudo apurou que um índice de PEth de pelo menos 250 nanogramas por milímetro (ng/ml) oferecia uma exatidão de 88,7% na identificação de participantes que demonstravam abusar das bebidas alcoólicas. Por sua vez, um nível superior a 400 ng/ml oferecia uma exatidão de 83% na identificação dos participantes que consumiam álcool em excesso.

Estes achados “demonstram uma boa exatidão diagnóstica na PEth em discriminar o abuso do álcool, com pontos de demarcação para estratificar o risco nos pacientes”, comentou Majid Afshar.

Os resultados deste estudo são importantes pois a análise ao PEth pode ajudar os médicos a anteciparem, e talvez afastarem, a possibilidade de complicações relacionadas com o álcool como a disfunção de órgãos e problemas de cicatrização de feridas e ossos.

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

77 total de vistas, 1 hoje